sexta-feira, 31 de agosto de 2007
" ... PEQUENO GRANDE PASSO ... "
Ontem na faculdade assisti a uma palestra bem interessante sobre motivação.
Tá certo, a palestra não era assim o bixo. Mas se bem aplicada, era eficaz, pois explicava a importância das pequenas atitudes para atingir um grande objetivo.
Ok!
Agora pensem:
Na maioria das vezes projetamos sonhos imensos e não nos preocupamos em dar aquele primeiro passo para fazer acontecer.
Projetamos emagrecer 10kg, por exemplo, mas desdenhamos aquelas míseras 500g, que se tivessem vindo a mais, nos acabaria com o dia.
Projetamos um LF bem sucedido, e ao comermos alguma coisinha fora do estipulado, comemos outra, e outra e ao invés de ligarmos o botão “PÁRA AGORA!!” Ligamos o “FODA-SE!! Já que comi, vou chutar o balde”
Balela? Encheção de linguiça?
Pode ser.
Mas digo, faz a diferença.
E não só neste setor, em qualquer um. Pra qualquer sonho.
É claro que não é assim tão fácil, ainda mais para pessoas imediatistas que acabam se desmotivando quando os resultados demoram a aparecer (leia-se eu, hehe!).
Mas talvez valha a pena tentar, não sei.
Essa semana, para me redimir das jacadas do findi passado, passei bem controlada e consegui intercalar um NF/LF companheiro de sempre.
Mas hoje, sexta feira, eu acabei pensando: “Que droga, agora vem o final de semana e eu coloco tudo a perder”.
Não. Vou fazer melhor. Vou dar o meu pequeno gande passo em prol de um objetivo maior.
Vou começar pensando que este final de semana vai ser diferente. Pelo menos este.
Se vou me controlar durante todos os que virão, aí já é outra história.
Pelo menos este final de semana, eu vou experimentar dar um passo de cada vez para a minha pequena perna.







Desejo a todas um excelente findi, e se esse esse meu “papinhoautoajuda” servir pra alguém, fica a dica!


Um beijão a todas!

terça-feira, 28 de agosto de 2007
"... DEVORANDO A MIM MESMA ..."
“A gula não denota, nenhum gosto de comer e beber, mas um desgovernado desejo.... Onde é abandonada a ordem e a razão, na qual consiste o beneficio da virtude moral. A Moderação sabia do estomago é uma porta para todas virtudes. Se você agradar e mimar seu estômago, você lançara a si mesmo sobre o precipício da impureza corporal, no fogo do castigo e da fúria, você irá vulgarizar e escurecer sua mente. Contenha o estomago, e você entrará no paraíso. Somente desta maneira você não destruirá seus poderes de atenção e auto-controle, sua sobriedade e vigilância."

Estava com uma vergonha danada de vir aqui e contar que falhei legal. Mas às vezes é bom nos expor-mos, pra lembrarmos que somos humanas, erramos, e também merecemos belos puxões de orelha.

Ontem NF para amenizar o feito e hoje LF pra não perder o costume.

E respondendo a pergunta que não quer calar: "Não é essa a porra de vida que quero pra mim. Quero ser muito mais do que essa porcaria de TA que já está me tirando muito mais do que a saúde. Mas como sou tão fraca, não consigo nem me ajudar. Então eu fico nesse círculo vicioso, que me deixa mais segura. Burro, estúpido, mas como eu sempre digo: É o que temos para o momento."

Acho que pelo fato de eu não ter respondido o questionário da Iza, este foi o meu castigo (risos!). Mas como antes tarde do que nunca, lá vai.

1) O que de mais insano você já fez em sua vida: Ser consciente do meu problema alimentar, e não fazer o mínimo esforço para acabar com ele.

2) O que de mais tudo de bom você já fez em sua vida: Ter saído de casa.

3) O que você mais gostaria de fazer, mas no momento não é possível: Largar (quase) tudo e mudar de vida.

Meninas, uma ótima semana.

Um beijo.

sexta-feira, 24 de agosto de 2007
"... CARDÁPIO ... "
Café da Manhã: Um Pretinho bem forte para acordar.

Lanche: Cigarro para alcamar os ânimos.

Almoço: Um copo grande de água gelada e bastante trabalho para me distrair

Lanche da tarde: 2 Tridents, um punhado de dor na cabeça e irritação.

Intervalo da Faculdade: Cigarros, tontura, falta de concentração e mais um café preto para me manter em pé.

Jantar: Fraqueza, moleza e cama como remédio.

Ceia: Madrugada, insônia amiga. Uma taça de vinho, um cigarro e o pensamento: "Amanhã, tudo de novo".

É ESSA A PORRA DE VIDA QUE EU QUERO PRA MIM?


Desculpa meninas, estou sem cabeça pra mais nada.

Só desejo a vocês um excelente final de semana.

Um beijão!

terça-feira, 21 de agosto de 2007
"... ESMOLA ..."
- Moça, me dá um dinheiro?
Quando olhei pra trás, o vi. Um garoto franzino, cerca de oito anos, pés descalços, roupa suja e dedos magros.
Diante de minha mudez, ele completou:
- É pra comprar comida... Já é de noite e eu ainda não comi nada hoje!
Confesso que na hora parei e, como sempre ocorrem nestas ocasiões, quase lhe disse não ter dinheiro ou mesmo trocados.
Mas algo acabou me comovendo. Não sei se seus olhos tristes, suas pernas magras perdidas dentro daquela bermuda larga, ou algum surto de consciência por meus hábitos conhecidos.
Enfiei a mão na bolsa, tirei uma barrinha de cereal (ligth, que ironia!) e lhe dei, junto com algumas moedas, para ver se lhe ajudava a comprar algo decente para comer.
Mais tarde, refletindo sobre tudo isso, percebi que, assim como muitos, paguei para me livrar de um problema grave que, se todos agirem como eu, vai se arrastar por muito tempo em nossas barbas.
E também refleti que me privo de comer e tenho orgulho disso, tendo minha geladeira incrivelmente bem servida, enquanto pessoas ao meu lado se viram em 5 para conseguir um trocado para se manter em pé.
Tive pena de mim...
Maldita TPM, maldida crise de consciência.

sexta-feira, 17 de agosto de 2007
"... NÃO NASCI PRA SER MULHERZINHA ..."
Depois de mais uma tórrida discussão com o marido me peguei pensando em diversas coisas. Dentre elas o fato de que definitivamente eu não nasci pra ser mulherzinha.
Não que eu não ame shopping, manicure, seja vaidosa e tenha um lado Bridget Jones extremamente romântico. E também não que eu não goste de organizar a casa de e controlar as contas. (Sim Lanna, eu controlo as contas, ok?)
É que pra mim, não é só isso, entendem? Adoro todas essas coisas aí, mas também amo estudar, amo mais ainda trabalhar e busco diariamente ser competente em todas as coisas que faço, quem não busca?
Tudo isso aí passa uma idéia de segurança, auto-suficiência e de que não sou dependente do marido para coisa alguma. E é mesmo, não sou. Amo ele, obviamente. Mas poderia viver tranquilamente sem. Encaro meu marido como companheiro, e não como um emprego.
Ontem ele falou que me admira um monte como pessoa e como profissional e que se orgulha do fato de eu não ser dependente dele financeira e emocionalmente, mas que ás vezes gostaria de sentir que preciso dele de alguma forma.
Machista?Injusto? Patético? Não, homem. Que pode até estar aprendendo a conviver com a minha auto-suficiencia. Mas que no fundo ainda se sente na obrigação de ser o chefe da família e me quer bem alí, embaixo das asas, onde pode controlar.
Uma pena!
Mas beleza. Posso até tentar equilibrar as coisas, até porque reconheço os prazeres de uma via a dois e gosto um monte de tudo isso.
Mas eu não vou deixar de ser quem eu sou, de sair com as minhas amigas, de seguir lutando para não ser depender de ninguém, de cuidar de mim e poder escolher sozinha, o rumo da minha vida.
E se eu não conseguir me adaptar, ok. Eu sigo de cabeça fesca e parto pra “carreira-solo”.

EM TEMPO...

- Ana Blues (sua sem-vergonha), Insane (sua tarada) e Indh (thinspocoroinha): Amei o papo-baixaria ontem no Sene Tea Time! Que saudade de ter ataques de riso e ter de me controlar pra não parecer doente mental no trabalho!!! Façamos mais dessa então? Mas só se for com manteiga, e tem de ser sem sal, afinal vocês sabem porquê... Uhuhauhauauauhauhuau!!AMOVOCÊSSUASFILHASDAMÃE!!

- Lanna: Apareça, se não eu vou te queimar com todo mundo e dizer que ontem vc se acabou de dançar em um forró, pronto falei! Uhuauhauhauahahu!! Te adoro, princesinha!!

Um excelente final de semana a todas e sejam muito felizes!

Beijão!

quarta-feira, 15 de agosto de 2007
"... BOLA AO CENTRO ... "
"A vida não consiste em ter boas cartas na mão e sim em jogar bem com as que se tem."

LF ontem foi para o espaço. Mas como já utilizei meus métodos para compensar o feito, nada de melancolias.
O chão definitivamente não é nem o meu e nem o nosso lugar!!
NF para compensar!
Nós geralmente descobrimos o que fazer percebendo aquilo que não devemos fazer. E provavelmente aquele que nunca errou nunca fez essa descoberta.

Um beijo a todas, bom resto de semana!
domingo, 12 de agosto de 2007
"... DIA DOS PAIS ... "
Eu fiquei de longe observando a sua reação. Claro, era de se esperar que ele nâo faria nada na minha frente.
Enquanto ele lia, sorria, arqueava as sobrancelhas e acho que se emocionou de verdade, pois sacudiu a cabeça daquele jeito familiar e levou a mão nos olhos. Depois que terminou a carta, ficou uns segundos olhando para o nada, dobrou-a e guardou no bolso ainda sorrindo.
Hoje de dia dos pais, eu escrevi uma carta de 2 páginas, frente e verso como presente. (além das ceroulas, que ele estava precisando, dei umas 5, uma de cada cor...Presente útil, ok? huhuauhauhauhauah,!!!).
Desde que me mudei de casa a nossa relação ficou diferente. E não só por isso, pelo fato de ele estar bastante preocupado comigo. Então a carta foi como um desabafo, de alguém que ama e quer lutar por um relacionamento a qualquer preço.
Eu perdi o meu pai biológico com poucos dias. E em seguida, Deus me enviou essa pessoa que ocupa um espaço importantíssimo na minha vida. Ele é o pai que conheci e me ama tanto quanto ama os seus filhos de sangue, só não consegue demonstrar isso de forma convencional. Nem pra mim e nem pra ninguém.
Hoje não foi diferente, depois que ele leu a carta, ele me deu um beijo carinhoso na testa e disse: Obrigada pelo presente, agora trata de comer que até agora não te vi sentada a mesa.
Ok, essa foi a sua forma peculiar de dizer que me ama. E eu como boa filha, obedeci, pelo menos naquele momento.





Um beijo a todas e um excelente semana!



sexta-feira, 10 de agosto de 2007
“... TER OU NUNCA TER TIDO, EIS A QUESTÃO ...”
Essa semana eu fiquei puta, meninas, vocês não tem noção.
Não consegui fazer 1 NF bem sucedido, caí de boca em tentações. Afe!! Valha-me Deus!
Eu, que na semana passada estava num auto-controle estupendo, vi meu rosto fininho, minhas roupas mais folgadas, agora acho que já foi tudo pro brejo!
Fiquei com uma raiva!!
Aí viajei, pra variar:
O cenário: um boteco. Personagens: uma turma. O enredo: papo e álcool. Ok!
Lá pelas tantas, alguém levanta a questão mais batida e menos respondida do mundo:
O que é pior: Ter ou nunca ter tido?
Parênteses: Pra quem não entendeu o que tem a ver o cú com as calças e o porquê do boteco ali em cima, geralmente é do boteco e dos papos de bêbados que surgem às perguntas mais sem importância da face da terra, ok? Sigamos...
Mais vale ter amado, ou ter perdido o amor? Ser pobre para sempre ou ser rico e depois perder tudo? Ter chegado ao peso ideal e não ter conseguido manter ou nunca ter chegado a sua meta?
Bom, vou começar opinando.
Com dinheiro, confesso. Mais vale 1 conto na mão do que 1000 conto voando. Prefiro não sentir o gosto do bem-bom e ficar com meu "arrozinho com feijão", (no sentido figurado, girls, por favor!). Champanhe, lancha e roupa de grife não são essenciais, pode-se passar sem eles e ainda assim ser muito feliz.
Agora com amor e peso o buraco é mais embaixo.
Da minha parte, prefiro perder o que tive do que nunca ter tido.
Mil vezes a sensação gostosa do frio na barriga pelo desconhecido, a espera longa por um e-mail, mensagem, o êxtase por estar apaixonada, do que a vida anestesiada, sem beijos, mas também sem lágrimas.
Mil vezes a sensaçao da felicidade que senti por subir na balança e ter visto os números que nunca imaginei iria ver um dia, do que nunca ter tido a sensação de controle e do dever cumprido.
As opiniões se dividem, eu sei. Mas não em partes iguais. Eu já disse qual é a minha.
E vcs?
Façam suas apostas!





A sócia escreveu um e-mail lindo! E dentre todas as palavras, transferiu a responsabilidade: "Você é consciente, madura e sabe o melhor a fazer..." Afe!!! Sei mesmo ???

Recados:

Indh, Blues, Insane, Paulinha e Ally: To com saudade de vocês e daqueles longos papos no SENE TEA TIME! Tempo bom aquele. Mais vale ter vivido tudo aquilo e ter perdido, por ora, devido ao trampo, do que nunca ter rachado de rir com as abobrinhas e momentos inesquecíveis.. AMOVOCES CARAIOGROSSO!

Lanna: Sem comentários, né "Piscianaalmagêmeaefuturamoradoradeportoalegre" ?! Xêru, paixão!

Meninas que andam sumidas : Afe!! Não quero saber ... Tratem de atualizar seus blogs ou levarão "chumbogrosso" da Dark aqui... uahauahauaauahau!!!!

Um excelente final de semana a todas!

Beijoooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 3 de agosto de 2007
" ... ALEGRIA DE SENTIR ..."
Nestas últimas semanas, como vocês sabem, eu tenho andado meio triste pelos acontecimentos últimos. Mas aqui, vocês vão me chamar de louca se eu disser que, no meio deste turbilhão todo, eu ainda consegui me sentir feliz?
Sim, feliz!
Feliz por saber que posso contar com vocês, por saber que tenho amizades bacanas aqui.
Feliz porque neste meio tempo dei uma parada com a paranóia de alimentação e acho até que me controlei mais e emagreci um pouco.
Feliz por acontecimentos inesperados que estão me dando um friozinho gostoso na barriga e me fazendo escutar Titãs, adoidado.
Feliz até por saber que não vai ser fácil vender a minha empresa e que eu vou poder ganhar tempo, experiência e formação enquanto isso não acontece.
*pontinha de esperança detected*
Mas feliz simplesmente porque, mesmo com tudo me atropelando, eu ainda consigo ser sensível.
Pode parecer confuso ou contraditório a idéia de uma alegria inesperada na tristeza, mas é muito simples, querem ver?
Oh.. Olhemos para o lado: Estamos vivendo numa era em que as pessoas agem sempre automaticamente, correm pra caramba, são escravos do relógio e da sua rotina, não conseguem mais parar pra relaxar, afinal tempo é dinheiro. Há tanta coisa pra fazer que resta pouco tempo pra sentir.
Por isso, qualquer sentimento é bem-vindo, mesmo que não seja uma euforia, um gozo, um entusiasmo, mesmo que seja uma tristeza.
Uma pessoa triste não cabe no mundo da propaganda das pastas de dente, dos comerciais de cervejas ou dos de margarina. Às vezes a tristeza até parece praga, lepra, doença contagiosa ou sei lá o que.
Ok, não estou dizendo que é bom ficar triste e também nem quero a tristeza de ninguém, pelo contrário. Sejamos todas felizes! Até porque a tristeza não faz bem pra saúde, pro coração e pro corpinho, estar triste não gasta tantas calorias porque a pessoa fica sem ânimo pra nada.
Mas a introspecção é um recuo providencial para melhor conversamos com nossos botões. E dessa conversa sai a luz, lições, sinais, e a tristeza acaba saindo também, dando espaço para uma alegria nova, revitalizada e gostosa.
Sinceramente acho que triste é não se dar um tempo e acabar passando a vida sem se permitir sentir nada, nem que seja um fossinha de vez enquando.

Meninas, um ótimo final de semana para todas nós!
Chega de tristeza, viremos a página! Sentir é bom sim. Mas o sentimento de autosabotagem, culpa ou qualquer outra coisa do gênero, a gente dá CTRL + ALT + DEL e manda para o Caralho! Não há espaço para eles nem no nosso findi e nem em qualquer dos dias. E tenho dito! (hehehehe!)

Um beijo na bunda e até segunda!

quarta-feira, 1 de agosto de 2007
" ... CTRL + ALT + DEL ... "


EU TENHO!

E VOCÊS?
About Me
Pegue o seu no Templates by Maximus
Nome: Anna Dark
Idade: 23
Altura: 1,62
Já Pesei: 69kg
Peso Atual: ?
Meta: 47kg

PERFIL

Previous Post
Archives
Links
Documentário
Diário de uma Anoréxica
Thin
Distorção da Própia Imagem
Reportagem Anorexia
SITES PRO-ANA
CALCULE SEU IMC

    Calculadora IMC
    Peso: kgs
    Altura: m cm
    Dieta e Saude
    IMC Classificação
    - de 20 Abaixo do Peso
    20 a 25 Peso Ideal
    25 a 30 Sobrepeso
    30 a 35 Obesidade Moderada
    35 a 40 Obesidade Severa
    40 a 50 Obesidade Mórbida + de 50 Super Obesidade
CALCULE SEU PESO IDEAL

    Calculadora Peso Ideal
    Sexo: masc
    fem
    Altura: m cm
    Dieta e Saude
VISITAS
    visitas
    Free counter and web stats