quarta-feira, 30 de janeiro de 2008
"... ME SINTO BEM ..."
Acordo e ouço o barulho da chuva na janela me convidando pra passar um dia preguiçoso na cama vendo DVD.
Como não posso, me espreguiço, pulo da cama e preparo um café. Tomo um banho demorado. Me olho no espelho: Sem comentários.
Sinto o cheirinho de café passado pela casa, pego o telefone e aviso que vou chegar mais tarde.
Sento na mesa abro bem as cortinas e fico olhando a chuva cair enquanto tomo café.
Fecho os meus olhos, relembro momentos, sorrio que nem criança.
Me sinto bem. Me sinto sinceramente bem. Uma paz absurda misturada com uma vontade de gritar. Um sentimento gostoso que nem o fato de eu não ter entrado direito na minha calça jeans e sentir meu corpo apertado máster!, vai atrapalhar.
Incrível como algumas situações ainda conseguem fazer-me sair por alguns instantes dessa minha paranóia. Quero mais momentos assim! (e desejo isso a vocês também!)

Nota: De hoje não passa, preciso comer feijão! O_O kkkkkkkkkkkkk!

Beijo, gatas!

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008
"... TRAGO ESTA ROSA PARA LHE DAR, MEU AMOR ... "
"Essa rosa eu vou dar para uma pessoa que muito me ajudou a vencer o meu problema. Se hoje eu estou aqui, parcialmente curada, devo a ela muitos momentos de choro, desabafo, preocupação, noites em claro e até a falta da minha presença física. Anna Dark, obrigada por ser minha amiga durante esses 15 anos. E obrigada por estar comigo no momento que eu mais precisei..."
Neste final de semana minha melhor amiga se formou em Direito e durante a sua festa dedicou essas palavras a mim. Nem preciso dizer que chorei absurdamente por lembrar do que passamos juntas.
Quem acompanha o blog há um tempinho sabe que minha melhor amiga sofreu um quadro bem grave de anorexia e penou muito para estar entre aspas curada. Digo entre asas porque ela continua bem magra, continua com algumas paranóias alimentares e acabou desenvolvendo uma leve compulsão noturna em episódios de sonambulismo.
No entanto o que mudou foi a consciência de que TA é uma doença, de que não se pode fechar os olhos para um tratamento e de que a linha entre o limite a falta dele, neste é caso, é muito tênue. A caminhada continua, mas desta vez de forma diferente. Sei que ela quer caminhar junto e não somente quer ser levada contra sua vontade. E nós bem sabemos que querer é meio caminho andado para se chegar em algum lugar.
Uma coisa interessante: Ela disse que muito desta visão sobre o seu transtorno e dessa vontade de se curar foi advindo de conversas comigo.
Caramba, que irônico! De que adianta eu ter essa consciência toda se caio no manual de "Como dizer meia dúzia de palavras com propriedade e fazer exatamente o contrário por opção"?
Queria muito poder ter força de vontade de vontade para me entregar as conseqüências de um tratamento, sejam elas quais forem.
Mas não vou me impor isso agora, ate porque sei que assim nada funciona. Vou tentar ser sensível e esperta o suficiente para saber o meu momento. Só espero que ainda seja possével eu poder reconhece-lo.


Final de semana passou deixando suas marcas na balança. Mas tudo bem, hoje é segunda-feira, dia de recomeçar e continuar a luta.

Boa semana pra gente!

Beijocas carinhosas!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008
"... WHEN I HAVE FEARS ..."
Eu queria dormir e não consiguia. Não parava de fazer planos, de sonhar com o futuro. Não parava de relembrar palavras, de sentir saudades, de imaginar o que foi prometido.
Sabe aquele nervosismo infantil, aquela ansiedade nos pensamentos? Aquela vontade que grita, que te toma inteira?
Então, mais ou menos isso que venho sentindo de uns tempos pra cá.
Uma vontade de viver, não apenas sobreviver. Tenho vontade de ser mais de uma, de viver várias (outras) vidas.
Ontem encontrei uma amiga de longa e conversamos muito. Relembramos projetos inacabados, sentimentos não experimentados, sonhos armazenados e vou dizer: Tive uma vontade enorme de realizar um por um.
E sabe porque? Por medo!
É isso mesmo. Alguns de nós permanecem paralisados pelo medo, outros são movidos por ele. Eu tenho medo de um monte de coisa que me paralisa. Altura, por exemplo.
Mas eu escolho mover-me ao ficar parada pois tenho medo de morrer tendo visto muito pouco. Tenho medo de passar em branco.
Eu tenho medo de morrer sem ter escrito minha história do meu jeito. E pior, tenho medo de nunca saber o que poderia ter sido, se eu não tivesse me deixado envolver por oportunidades que não voltam mais.

Esta semana foi regado há "répiauers" vários e madrugadas maravilhosas. A dieta vai muito mal, obrigada, mas tudo bem. Vamoquevamo, pois nada como uma semana após a outra e uma boa segunda de NF no meio.

Um beijo grande e um excelente findi!

Adoro todas vocês e obrigada pelos comments de sempre!

:o)

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008
" ... AS VOLTAS QUE A VIDA DÁ ... "
Nos encontramos de novo por acaso depois de longos 7 anos. Eu estava correndo, como sempre, mas isso não me impediu de reconhece-lo. Nos abraçamos forte, balbuciamos algumas palavras aflitas e trocamos telefones.
Para a minha surpresa, no outro dia ele ligou. Combinamos de sair para conversar.
Eu sabia que muita coisa tinha acontecido, eu sabia que ele tinha estado no fundo do poço, sabia que tinha se afastado de todos por vontade própria. Mas mesmo assim, eu me sentia culpada por não estar ao seu lado nos momento difíceis, exatamente como eu tinha prometido ficar naquela noite em que passamos juntos.
Nos perguntamos o porquê de pessoas que se amam se afastar, seguir caminhos opostos mesmo contra a vontade. Questionamos o fato de pessoas participarem ativamente de nossas vidas no passado, e sumirem no presente. Será que é assim mesmo que a vida é?
As pessoas vem, nos cativam e, em seguida vão, mesmo ainda sendo especiais de alguma forma? Será que é assim mesmo o ciclo natural das coisas?
“... Não! E a prova disso é termos nos encontrado de novo...” Ele respondeu.
Eu sorri e peguei a sua mão. E, enquanto ele me olhava com o mesmo olhar de sempre, repetiu as palavras que ouvi quando estava deitada em seu colo há anos atrás:
- Não vamos nunca perder contato. Você é muito importante pra mim!
Amores vêm e vão, mas amigos ficam pra sempre.


Claro!! Como tudo não são flores a coisa tinha que degringolar:
- Quem sabe não pedimos uma batata frita?
- Eu agradeço, não to com fome.
- Tu estás incrivelmente magra em comparação ao que eras. Acho que chega de fazer dieta!
Sorri, meio sem graça, e pensei que quem dera eu estar de dieta. O meu problema é muito mais grave do que isso. Mas vamos falar disso num próximo encontro. Assim não estragamos a imagem que os anos não destruíram, apesar de não mais corresponder a realidade que nos bate a porta.

Nossa!! Eu estou morrendo de saudade de vocês! Mas o trabalho tem me consumido mais que o normal. O bom é que assim eu mal penso em comida! Será que é por isso que a balança marca menos 1kg? (Weeeeeeeeeeeeeeeee!!!!!)

Bora nos blogs pra saber as novis!!!

AMO DEMAIS!!

BEIJO GRANDÃO!!
:o)
sexta-feira, 18 de janeiro de 2008
" ... FICA A DICA ... "
Conversando com Andie esta semana, a respeito das chamadas "Wannabe", lembrei me de um post que fiz, no meu antigo blog.
"... Nossa, que engraçado!
Nunca vi tanta gente falando em anorexia nessa minha vida! Bah... Agora tudo gira em torno deste assunto. Nas revistas, nos jornais, nos sites, até nas conversas de praça:
“Menina, tu viu como a vizinha do térreo emagreceu?”
“Que horror, só pode estar anoréxica!”.
Enfim, agora todos sabem os sintomas, sabem as conseqüências e dizem que sabem as causas.
Agora todos querem saber como funciona a nossa mente. Como nos comportamos, quais os nossos motivos, como é a nossa vida, como paramos em pé com 300kcal.
Agora que o Brasil sabe que anorexia mata, todos que desejam ser magro ou são magros de ruim mesmo, são anorexicos e têm tendência suicida.
Agora que o Brasil sabe que com a anorexia você emagrece muito e muito rápido, todos que querem emagrecer para o verão, querem “pegar anorexia”, querem dicas para ser anoréxica, querem dicas pra vomitar. Como se os nossos blogs fossem livros de auto- ajuda:
“OS 100 SEGREDOS DAS PESSOAS ANORÉXICAS ” ou
“ TENHA ANOREXIA E SEJA FELIZ”.
Vem cá... Será que não estamos perdendo o nosso fio terra? Será que a anorexia não está tão banalizada a ponto das pessoas perderem a noção da seriedade do assunto e tratarem de forma superficial o tema? Será que nem a mídia sensacionalista, que descobriu que anorexia dá ibope e vende revista consegue enxergar o mal que fazem?
Gurias, anorexia não é brincadeira, não é uma dieta, não é uma opção. A anorexia te pega, sem você se dar conta e não ao contrário.
Quando você percebe, você não sente mais fome, não consegue ter hábitos normais de alimentação, se isola de eventos em que as pessoas vão ter de comer, não consegue mais engolir a comida sem se sentir culpada, e se come e se sente culpada, vomita, toma laxante. E isso tudo é um comportamento muito natural. É mecânico, você não impõe para o seu corpo e para a sua mente. Eles impões à você.
Tanto é que mesmo quando você já está magra, mesmo quando as pessoas te falam isso, você não pensa. Você se olha no espelho e não gosta! Você quer emagrecer mais porque você ainda se acha meio gordinha.
Se tudo isso faz parte da sua realidade, se você se enquadra com algo que falei, menina, comece a se preocupar. Do contrário? Recomendo um bom endocrinologista, uma reeducação alimentar e uma academia bem bacana! Acreditem em mim, é bem mais saudável..."



Desculpem o desabafo, meninas.

Beijo e bom final de semana!

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008
"... O ROCAMBOLE ... "
Estava concentrada entre o trabalho e algumas conversas no MSN quando tocou o interfone:
- Sou eu, minha filha!
Abri a porta e lá estava ele, meu pai. Com um sorriso do tamanho do mundo e um pedaço de rocambole na mão:
- Trouxe pra você!
Que coisa linda! Fiquei tão feliz em vê-lo que nem pensei naquele pedaço de bolo que poderia colocar abaixo meu cardápio de frutas.
Depois deste final de semana, que foi bem complicado diga-se de passagem, eu havia decidido dar um tempo dos meus pais. Como já tinha comentado com algumas, eu estava chateada pelo fato de eles estarem cegos novamente. Sem enxergar nada além de uma colherada de arroz que não comi, ou um janta que decidi não fazer.
O fato do meu pai ter ido ao meu trabalho realmente me emocionou. Primeiro porque ele não é de largar seu emprego por qualquer coisa (nem pra ir ao médico) e segundo porque ganhei o abraço mais verdadeiro e carinhoso que poderia receber numa tarde de terça feira.
Durante uns 20 minutos, conversamos trivialidades, travamos alguns assuntos sérios. Tudo isso enquanto ele observava atentamente as duas colheradas do rocambole que comi.
- Tá gostoso?
- Hum tá ótimo, pai, brigada! Quer um pedaço?
- Não, não. Eu trouxe pra vc! E espero que você coma, hein?
Com certeza! Faço questão de comer cada pedaço. Nem que eu leve um ano fazendo isso.
Culpa e transtorno alimentar nenhum vão estragar a alegria que senti com este gesto do meu pai e também não vão impedir que eu sinta o gosto do sentimento bacana que ele tem por mim.

Beijo, gatas!

Bom resto de semana e obrigada pelo carinho máster!

:o)

AMO³!

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008
"... O OUTRO LADO DO AUTO-CONTROLE ... "
Tudo muito bem, tudo muito ótimo! Uhul, meu controle voltou! Comemorações, felicidade por todos os lados: Aqui!
Na minha vida real, o fato de eu ter recarregado as baterias do meu controle só me trouxe tensão e chateação.
- Minha filha, você não vai comer arroz?
- Anna Dark, você não vai jantar?
- Amor, você não está se alimentando como prometeu!
Aaaaai!! Fala sério! Que saco isso, hein?
Vou vestir minha camiseta do Não estou, volte amanhã!
Caramba, é tudo tão simples...
Eu quero ser apenas, sem orientação, sem planos. Não tenho mais medo de ser. Continuo não entendendo muita coisa, mas também, na boa, não peço explicações.
Não estou desorientada e nem orientada. Não há promessas e isso, sinceramente, é bom. A vida me leva, e agora sei que posso controla-la. Só não sei se quero e nem se devo.
Na real mesmo basta apenas estar tranqüila, estar em paz. E assim eu estou, já que pra mim este é o único caminho viável.
"... Você precisa agora aprender a reconhecer sua vida e a ter a coragem de dizer “Assim escolhi!” O espírito de um homem se constrói a partir de suas escolhas. (Quando Nietzsche chorou - Irvin Yalom) ..."


Escolhi optar por me controlar ao invés de sucumbir pra ver os meus felizes.
Entendo que são minhas ações, reações e erros que fazem de mim o que hoje eu sou. Então... Assumo riscos, os custos e tudo o que vier junto.
Não to muito a fim de perder tempo tentando entender o porquê e nem montando redes neurais do mundo do “se”. É comum errar, mas é comum acertar também. É um ciclo. E o ciclo da vida, basta vivê-lo. Que assim seja, então!
Boa semana pra gente!
Um beijo grandão!
sexta-feira, 11 de janeiro de 2008
"... EMBREAGA-TE... "
"... - Deve-se estar sempre bêbado. Esta é a única questão. Tudo para não sentir o fardo horrível do tempo, da vida, da falta de sonhos! É preciso se embriagar sem trégua.
- Mas de quê? De vinho, de poesia, de virtude?
- De vinho, de poesia ou de virtude. A teu gosto… Mas embriaga-te!... "

Quero embriagar-me.
Embriagar-me de vida, de poesia, de palavras, de sonhos, de ilusões, que seja!
Essa semana foi maravilhosa e quero comemorar a volta do meu controle!
LFC concluído com sucesso e alguns NF involuntários pelo caminho!
Queria poder dividir com cada uma a euforia e a esperança que estou sentindo.
Sem planos, sem metas.
Só a vontade de fazer acontecer e mudar algo que já não cabe mais no script!
Bora, vamos?

Que venha o final de semana!

E aliás... Que venha o MEU final de semana de praia com os pais!

Acho que definitivamente voltei para o caminho da luz e quero levar todas comigo! Afinal de contas... estamos no mesmo barco! Não estamos???

Segunda-Feira: É fruta e controle total!

Essa semana vou levar de exemplo! Já não posso mais me dar ao luxo da auto-sabotagem depois de provar que posso controlar a mim mesma!! E tenho dito!

Beijo enooooooooooooorme, com muito carinho!

** Dark Feliz Super Detected **

:o)

terça-feira, 8 de janeiro de 2008
" ... FAXINA JÁ! ... "
“Quero saber, entre todas aquelas que eu sou, quem é a chefe, quem manda dentro de mim. Me confundo com tanta autoridade, já não sei bem a quem obedecer.”
Martha Medeiros - O Divã

Nunca fiz terapia, mas ultimamente tenho me questionado a respeito disso.
Temo em dizer que no momento estou precisando de uma terapia em grupo para as várias Annas Darks que fazem algazarra dentro de mim.
Uma diz come, outra diz não come, uma diz come pouco, outra diz come muito e dá o jeito.
Todos os desejos estão fora do lugar, falta pilha palito para o auto-controle que não funciona mais, as calorias estão por toda parte e em cada reflexo de vitrine está meu peso que me tira de vez a fome (e do sério!).
Quero encontrar a dona desta casa e exigir uma faxina agora mesmo! Não há bom humor e motivaçào que resista a essa desorganizaçào interna.



Na dúvida se vou ou se fico, parada estou e o LFC continua a salvo.
Segunda-Feira: NF (concluido com sucesso!)
Terça- Feira (até agora): 2l de guarana zero, 2 polenghinhos cálcio e fibras, 1 tomate, 1 colher de sopa de Nutella (para a eterna TPM!): +ou- 200kcal.

E BORAEMBORA porque desse jeito eu não vou (e nem tem cabimento) ficar!

Ah, em tempo: Utilidade Pública.

Conversando com a Ana Sol ela salientou que não "mia" e nem usa laxantes pois não quer diminuir a eficácia do seu anticoncepcional.
Nunca tinha pensando nisso, mas pesquisando sobre o assunto encontrei isso aqui:
"... Diarréia (uso abusivo de laxantes) e Vômito (Mia) diminuem a eficácia de qualquer medicamento e isso não exclui o anticoncepcional. Portanto, se houver casos de vômitos ao ingerir a pílula, ou diarréia nas primeiras horas de ingestão da pílula, o ideal é usar em conjunto outro método contraceptivo, a camisinha, por exemplo..."

Pra quem usa píula ou algum medicamento regularmente, fica a dica!

Um Beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijo!!!
segunda-feira, 7 de janeiro de 2008
"... IVO IVO IVO LF COLETIVO! (haha) ... "
Era 6:30 da manhã e eu já estava sentadinha na cama planejando como seria minha semana. Calcei um sapato baixo e vim a pé até o trabalho. Detalhe: No maior astral! Fato raro. Pois geralmente pela manhã fico fora da área de cobertura pelo menos até umas 10 horas.
Incrível o que um LFC faz com a gente né? Dá uma sensação gostosa de desafio, uma segurança de que não estamos sozinhas. Um alívio de que temos uma semana inteira para tentar nos redimir de possíveis jacadas findisemaneísticas.
Pra falar a verdade esse findi foi bem tranqüilo. Fui pra praia com os meus pais, mas as únicas refeições que fiz foram o almoço de sábado e o de domingo. O resto passei a salvo na minha dieta líquida, hahaha! (vocês sabem qual)
Mas mesmo assim ainda estou de cara com a balança. Caminhei, tomei sol, tomei um banhaço de mar (fiquei quase uma hora!), dancei (muitooooooo), faxinei, fiz rancho no supermercado (a gente perde bastante calorias, com os cálculos e com as filas) me controlei com a comida, e a danada insiste em marcar 50 virgula poucos...
Mas não há de ser nada.
Como dizem, segunda-feira é o dia da dieta. Mas ouso em dizer que também é o dia de cobrança. A pior das cobranças: A cobrança de uma vida nova.
Bora lá então!


Lindas,
Estamos juntas no LFC da Barbie! Sem desistir na terça, vamos aproveitar esse ânimo todo e manter um pacto de seguir a semana inteirinha, sem deslizes!

Boa semana a todas!!!
Um beijo enorme!
:o)
sexta-feira, 4 de janeiro de 2008
"... A INSÔNIA QUE TRAZ LUCIDEZ ... "
Na madrugada, escrevo para Lovely.

"... Li que José Saramago disse ter a impressão de não ter vivido seus 80 e poucos anos. Disse que foi como se o tivessem roubado alguns anos. Ele espera desforrar-se no futuro.
Vou dizer: Eu também. Sei que me roubaram alguns anos. E sei exatamente quando aconteceu: Uma doença (e não um modo de vida) que me roubou o presente.
É claro que a minha percepção da passagem do tempo se modificou ao longo destes anos em que estivemos juntas. Pensei progredir, mas no fundo sei que com o passar dos dias (e do contar de calorias) regredi muito mais.
Quando foi que isso aconteceu? Quando foi que 24h passaram a ser apenas alguns momentos calculados durante o dia?
Saramago diz para aproveitar cada hora do dia porque o tempo é tudo que nos foi dado. E para ele, isso é muito pouco, às vezes quase nada.
Ultimamente tenho corrido contra o tempo e contra a balança.
Estou controlando e calculando tudo! Desde o tempo do banho, do sono, do exercício, da diversão. Até o tempo dedicado à família e amigos. Tudo isso para que não haja a falta de controle do mais importante: A comida!
É estranho. As vezes sinto que pode ser passageiro, mas há horas em que eu me perco. Há horas em que eu sento e choro. Penso em todos os momentos que eu devia estar dedicando à minha vida. E não. Estou chorando em frente a privada. Que decadência!
“O que é sabedoria de viver?” Segundo Saramago, é viver tentando fazer o menos mal possível. Estou tentando, estou tentando… Pois juro não querer fazer mal àqueles que amo.
Se vou conseguir, não sei.
Mas o ano novo me aviva as esperanças... Um ano todo para tentar!! Tentar, eu posso! Pelo menos isso..."



Meninas,
É até irônico eu, apesar disso tudo, estar mais firme do que nunca para emagrecer o que ganhei. Tavez nem tanto para emagrecer e sim para voltar a ter o controle que um dia tive.
Sei que é preciso de uma dose plus de controle no findi, mas não há de ser nada! Se eu jacar, na segunda feira eu sigo em frente, pois é assim que tem de ser.


Afinal de contas: SEGUNDA-FEIRA TEM LFC DA BARBIE!!
Weeeeeeeeeeeee!!
BORAEMBORADENOVO!!

Amei os comments de Feliz Ano Novo! Obrigada de coração!!
Sim! Este vai ser o nosso ano e chute no saco de quem disser que não! (hahaha!)

Um beijo pra vocês!
Bom findisemana

:o)

quarta-feira, 2 de janeiro de 2008
"... E COMEÇA TUDO DE NOVO ... "
Weeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!
Meniiiiiiiiiiiiinas!!!! Que saudade de vocês!!!
Acabei de chegar da praia e, depois de arrumar tudo, corri pra cá pra saber de todas.
Bom, minhas férias foram embora e deixaram momentos maravilhosos na memória.
Claro, deixaram também o reflexo de uma alimentação que deixou a desejar e de alguns métodos compensatórios que tinha abolido da minha vida, mas que serviu para diminuir o peso na consciência.
E por falar em peso, meninas, acabei engordando. Mas estou tão firme no desejo de perder quilo por quilo que isso não vai me desmotivar agora. Até porque já chorei o que chegue tentando entrar em duas de minhas calças, sem sucesso.
Ao mesmo tempo em que estou mal com minha falta de controle, eu sinto como se nestes dias a minha mente tivesse recebido um refil de esperança. Começo de ano é sempre assim. Aquele desejo de que tudo vai dar certo e que esse ano será realmente melhor que o passado.
Muitas mudanças, mudanças por todos os lados. Um pouco assustador, porém necessário. Afinal de contas, como diria Camões: “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades/muda-se o ser, muda-se a confiança/todo o mundo é composto de mudança, tomando sempre novas qualidades…”


Minhas queridas,

Eu não tive tempo de vir aqui e desejar um Feliz Ano Novo a todas vocês. Mas como nunca é tarde, quero desejar neste 2008 uma sensação de plenitude e de vida por todos os lados. Quero que vocês busquem suas metas e lutam por vitórias. No entanto, saibam ter a paciência e a sabedoria para esperar (e não desistir!) e enquanto isso, tentem ser feliz de alguma forma, pois sim, a vida pode ser bem mais simples e bonita do que parece.

Um beijo enorme no coração de cada uma.

E VAMOQUEVAMO NESTE 2008!!

About Me
Pegue o seu no Templates by Maximus
Nome: Anna Dark
Idade: 23
Altura: 1,62
Já Pesei: 69kg
Peso Atual: ?
Meta: 47kg

PERFIL

Previous Post
Archives
Links
Documentário
Diário de uma Anoréxica
Thin
Distorção da Própia Imagem
Reportagem Anorexia
SITES PRO-ANA
CALCULE SEU IMC

    Calculadora IMC
    Peso: kgs
    Altura: m cm
    Dieta e Saude
    IMC Classificação
    - de 20 Abaixo do Peso
    20 a 25 Peso Ideal
    25 a 30 Sobrepeso
    30 a 35 Obesidade Moderada
    35 a 40 Obesidade Severa
    40 a 50 Obesidade Mórbida + de 50 Super Obesidade
CALCULE SEU PESO IDEAL

    Calculadora Peso Ideal
    Sexo: masc
    fem
    Altura: m cm
    Dieta e Saude
VISITAS
    visitas
    Free counter and web stats